FANDOM


Quando os Poderosos Caem (Parte 2)
Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2.jpg
Nome Quando os Poderosos Caem (Parte 2)
Escrito por [[Usuário:Mar99 wiki|Mar99 wiki]]
Data de lançamento 22 de março de 2013
Simsérie Nova Belavista
Classificação A leitura não é recomendada para menores de 12 (doze) anos. 12 anos

Cronologia
Capítulo Anterior Quando os Poderosos Caem (Parte 1)
Próximo Capítulo Capítulo 15: Consequências
Mudou-se.png

Propriedade

Nova Belavista - Capítulo 14 (Parte 2): Quando os Poderosos Caem é de propriedade de Mar99 wiki. A menos que a edição seja construtiva ou de poucos detalhes, peça permissão ao autor para editar a página.


Na noite do dia seguinte, o plano foi posto em prática. Magnus já havia marcado em sua agenda que, naquele dia, ele iria fechar um negócio extremamente importante. Para que tudo acontecesse em sigilo, eles se encontraram em um pavilhão abandonado, há alguns quilômetros da cidade.

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (01).jpg

A noite está chuvosa, mas nada vai interromper Magnus. Ele sai de seu carro, pega seu guarda-chuva e entra pela porta dos fundos, onde a reunião seria marcada.

A noite está chuvosa, mas nada vai interromper Magnus. Ele sai de seu carro, pega seu guarda-chuva e entra pela porta dos fundos, onde a reunião seria marcada. Ali estava o homem do qual iria fazer seus negócios, na frente de uma mesa, preparada só para ele.
Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (02).jpg

Ali estava o homem do qual iria fazer seus negócios, na frente de uma mesa, preparada só para ele.

O lugar tinha pouca iluminação ainda em funcionamento, mas era o suficiente para não bater de cara em alguma estrutura do lugar. Mal ele sabia que vários policiais estavam escondidos em cada parte do edifício, apenas esperando para o momento correto para agir. Magnus se senta à mesa e o homem começa a falar.

– Olá, Magnus. – diz o homem.

– Olá, Orlando. – fala Magnus – Você trouxe o pacote?

– E como eu iria esquecer? – falou Orlando, rindo – Ele está aqui.

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (03).jpg

– E como eu iria esquecer? – falou Orlando, rindo – Ele está aqui.

Orlando mostra uma caixa amarela, com uma seta apontando para cima.

– O plutônio que você pediu está aí. A caixa foi estritamente lacrada e não há forma possível de contaminação. – falou Orlando.

– Ótimo. – falou Magnus – Onde conseguiu?

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (05).jpg

– Tenho meus contatos em uma usina nuclear em SimTown. – confessou Orlando, enquanto os policiais gravavam tudo – A segurança é baixa, embora eles estejam a reforçando.

– Tenho meus contatos em uma usina nuclear em SimTown. – confessou Orlando, enquanto os policiais gravavam tudo – A segurança é baixa, embora eles estejam a reforçando.

– Ótimo. Mas porque colocou em uma caixa amarela, idiota?! – esbravejou Magnus – Quer comprometer toda a negociação?

– Pensei que iria dizer isso, Magnus. – falou Orlando, ignorando sua raiva – Consegui esta caixa de papelão amarela em uma loja de mudanças. E todos pensaram que era para tal.

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (06).jpg

– Acho bom. – disse Magnus, se acalmando – Mas vamos à parte que interessa: o quanto vai custar tudo isso pra mim?

– Acho bom. – disse Magnus, se acalmando – Mas vamos à parte que interessa: o quanto vai custar tudo isso pra mim?
Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (07).jpg

– Tive várias despesas com esse negócio, Magnus. – falou Orlando. – Uns maiores, outros menores. Para lacrar apenas, gastei § 30.000. A caixa não saiu nem por § 2. Para pagar o cara que a roubou, tive que pagar outros § 25.000. O transporte pra cá, § 20.000.

– Tive várias despesas com esse negócio, Magnus. – falou Orlando. – Uns maiores, outros menores. Para lacrar apenas, gastei § 30.000. A caixa não saiu nem por § 2. Para pagar o cara que a roubou, tive que pagar outros § 25.000. O transporte pra cá, § 20.000.

– Não tenho todo o tempo do mundo, Orlando. – falou Magnus, tentando acelerar o processo. – Por quanto sai?

– § 75.000 – falou Orlando.

– Tudo isso? – esbravejou Magnus – § 75.000 por umas poucas gramas de plutônio?!

– Você não pensou que iria sair uma pechincha, pensou Magnus? – falou Orlando – É extremamente difícil despistar a polícia com um furgão prateado no meio da noite.

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (10).jpg

– Não vou pagar tudo isso! – gritou Magnus – De maneira alguma!

– Não vou pagar tudo isso! – gritou Magnus – De maneira alguma!

– Eu faço um desconto. – acalma Orlando.

– Ah, melhor assim. – acalmou-se Magnus.

– § 70.000. – falou Orlando.

– Você está querendo brincar com a minha cara?! – grita Magnus – Isso ainda é caro demais pra mim.

– E quanto você quer, Magnus? – perguntou Orlando. Magnus, revoltado, se levantou da cadeira e propôs:

– § 25.050 e nada mais. – fala Magnus.

– Só isso?! – Orlando revoltou-se – Isso é... 66,6% menos do que eu pedi!

– Então, fechado o negócio? – falou Magnus, na maior cara de pau.

– Você SÓ PODE estar brincando! – revoltou-se Orlando – É claro que não!

– NÃO?! – revoltou-se Magnus – Seu produto não merece TUDO ISSO, aliás.

– Como assim, não? – falou Orlando – Alguns momentos atrás você disse que era ótimo! Se acha ele tão ruim, então porque precisa dele?!

– Tom “El Gordo” tem uma usina e fornece energia para uma cidade fora de NaçãoSim. – falou Magnus – E ele não compra nada por mais de § 20.000.

– Não HÁ CHANCES de eu lhe vender por 25 mil simoleons por tudo que gastei! – revoltou-se Orlando.

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (12).jpg

– EU vou sair DAQUI com ESTE PRODUTO, Orlando. Querendo VOCÊ ou NÃO. – esbravejou Magnus. No mesmo segundo, Magnus pega uma arma ...

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (13).jpg

...e atira contra Orlando, que cai no chão, morto. – VIU, Orlando? EU CONSIGO o que eu QUERO.

– EU vou sair DAQUI com ESTE PRODUTO, Orlando. Querendo VOCÊ ou NÃO. – esbravejou Magnus. No mesmo segundo, Magnus pega uma arma e atira contra Orlando, que cai no chão, morto. – VIU, Orlando? EU CONSIGO o que eu QUERO.

Magnus pega a caixa e corre para sua limusine. Tentando chegar à porta dos fundos, Magnus se depara com três policiais que saíram do seu esconderijo, agora no segundo andar do armazém.

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (14).jpg

– Pare, Magnus! – grita um policial – Mãos ao alto!

– Pare, Magnus! – grita um policial – Mãos ao alto!

– O QUÊ?! – gritou Magnus – VOCÊ APRONTOU PARA MIM, ORLANDO! MESMO MORTO, VOCÊ NÃO SE DEIXA VENCER, NÃO É?

– Afaste-se do corpo! – grita outro policial.

– ESTÁ BEM! – grita Magnus, de volta – MAS VOCÊS NÃO VÃO CONSEGUIR ME PEGAR VIVO!

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (16).jpg

No mesmo momento, duas outras policiais aparecem na porta, também gritando para Magnus parar. Ele se via em uma enrascada. Ele tinha que arranjar um jeito de fugir, senão, iria para a cadeia pelo resto da vida!

Magnus corre, soltando uma risada maligna, ainda tentando chegar à porta dos fundos. No mesmo momento, duas outras policiais aparecem na porta, também gritando para Magnus parar. Ele se via em uma enrascada. Ele tinha que arranjar um jeito de fugir, senão, iria para a cadeia pelo resto da vida! Ao olhar para o lado, ele encontra uma saída: uma janela aberta!
Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (17).jpg

Com pouca dificuldade, Magnus escapa pela janela afora.

Com pouca dificuldade, Magnus escapa pela janela afora, e encontra mais dois policiais e o delegado. Fim da linha. O jogo acabou. Os policiais que estavam dentro do edifício já haviam saído e formavam um cerco ao seu redor.

– DROGA! DROGA! – grita Magnus.

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (19).jpg

– Finalmente, pegamos você, Magnus! – falou o delegado de polícia – Depois de anos de intensas tentativas, você finalmente vai ser preso. Tudo graças ao senhor Kimisha.

– Finalmente, pegamos você, Magnus! – falou o delegado de polícia – Depois de anos de intensas tentativas, você finalmente vai ser preso. Tudo graças ao senhor Kimisha.

Minh sai de trás da parede do armazém e aparece no meio da multidão, junto com Maria José.

– MINH! – gritou Magnus – SEU TRAIDOR!!

– Olhe seu palavreado, Magnus! – avisa um policial – Você já vai pegar cadeia por alguns bons anos. Cuidado antes que pegue outros!

– Não me importo com isso, policial. – fala Minh – Já estou demitido, de qualquer jeito. O que você não contava era que, mesmo depois de ter o feito, iria ganhar um inimigo mais poderoso ainda que você!

– Quer saber, não importa tudo isso. – falou Magnus – Vocês não têm PROVA NENHUMA contra mim.

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (21).jpg

– Muitíssimo pelo contrário, Magnus. – grita uma policial – temos gravada toda a sua conversa com o traficante Orlando Castelbranco. Mais todos os depoimentos que o senhor Kimisha prestou, temos provas SUFICIENTES para enquadrá-lo por muito tempo.

– Muitíssimo pelo contrário, Magnus. – grita uma policial – temos gravada toda a sua conversa com o traficante Orlando Castelbranco. Mais todos os depoimentos que o senhor Kimisha prestou, temos provas SUFICIENTES para enquadrá-lo por muito tempo.

– Magnus Quero-Tudo-Que-É-Seu – falou Maria José – Você está preso em nome da lei sob as acusações de assassinato, coagir contra o senhor Minh Kimisha, tráfico de drogas, tráfico de material radioativo, mandato de assassinato, assassinato e obstrução da lei. Somando todas as penas, você passará 100 anos na cadeia. Tem direito a ficar calado, pois tudo que falar agora poderá ser usado contra você no tribunal.

Os policiais prenderam Magnus. Finalmente, as ruas ficariam mais seguras. O grande chefão do tráfico em Belavista foi preso. E não vai sair assim tão cedo.

Nova Belavista - Capítulo 14 - Parte 2 (22).jpg

– Magnus Quero-Tudo-Que-É-Seu – falou Maria José – Você está preso em nome da lei sob as acusações de assassinato, coagir contra o senhor Minh Kimisha, tráfico de drogas, tráfico de material radioativo, mandato de assassinato, assassinato e obstrução da lei. Somando todas as penas, você passará 100 anos na cadeia. Tem direito a ficar calado, pois tudo que falar agora poderá ser usado contra você no tribunal.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória