FANDOM


Um Dia de Viagem
Misery Business - Capítulo 3 (capa).jpg
Nome Um Dia de Viagem
Escrito por AmandaMM
Data de lançamento 11 de Maio de 2014
Simsérie Misery Business
Classificação A leitura não é recomendada para menores de 14 (catorze) anos. 14 anos

Cronologia
Capítulo Anterior Acontecimentos
Próximo Capítulo Brincar de Amar
Mudou-se.png

Propriedade

Misery Business - Capítulo 3: Um Dia de Viagem é de propriedade de AmandaMM. A menos que a edição seja construtiva ou de poucos detalhes, peça permissão ao autor para editar a página.


Então, Patrick, Thomas e Caroline entram no hotel, olham em volta e conseguem sentir de imediato o aconchego local, Patrick, enquanto massageia o próprio pescoço, mentalmente lamenta ter esquecido o notebook em casa, pois esse lugar poderá lhe trazer inspiração para escrever. Enquanto isso, Thomas pergunta a Carol:

Misery Business - Capítulo 3 (01).png

- Então... que lugar acha que devemos visitar primeiro?

Carol sorri e diz:

- Não faço ideia! Acabamos de chegar... lembre-se disso.

Patrick vira-se para os dois e diz:

- Poderíamos dar uma volta, ir a algum lugar por perto.

Thomas diz:

- Lembro-me de ter uma praça bem bonita aqui perto.

Carol diz com empolgação:

- E eu vi um lugar onde se aluga carros! Irei imediatamente para lá.

Patrick quase solta um “vamos mesmo precisar de um carro?”, mas prefere não comentar nada.

Após a saída de Caroline, Patrick e Thomas sentam-se num sofá próximos e começam a conversar sobre o local, até o momento impressionante, visitaram na infância outros locais em férias, mas jamais Champs Les Sims e já conseguem afirmar que estão apreciando muito essa viagem que mal começou. O retorno de Caroline é rápido e logo saem de carro até a praça que Thomas comentou.

Misery Business - Capítulo 3 (02).png

Patrick no fim da viagem dá a si razão em no início questionar o uso de um carro, a praça ficava a menos de dez minutos a pé do hotel, então, obviamente, demoraram poucos minutos para chegar até ela. Após parar o carro, todos descem e vão para a praça, com um olhar de admiração, algo simples, porém, encantador.

Bem próximos ao destaque da praça, a ponte, Carol diz bem empolgada:

- Vejam! Vejam que lugar lindo! Essa cidade é maravilhosa!

Thomas apenas balança a cabeça e Patrick diz com a mesma empolgação de Carol:

- É verdade! Aqui é perfeito...

Misery Business - Capítulo 3 (03).png

Patrick sorri e diz:

- Perfeito para tocar!

Carol diz:

- Você está com sua guitarra aí?

Patrick balança a cabeça, Thomas diz:

- Certo, mas... e se os moradores locais se incomodarem?

Patrick diz enquanto anda um pouco mais adiante:

- Aí eu paro de tocar.

Patrick com a guitarra em mãos para e pensa em alguma música para tocar, mas no momento todas fogem de sua cabeça e então ele começa a tocar algo aleatório, aleatoriamente dançante. Carol começa a aplaudir e diz:

- Que incrível! Nunca tinha visto você tocando, Ti... Que louco!

Patrick diz enquanto se sente lisonjeado:

- Muito obrigado, Carol.

Thomas se afasta e passa a observá-los de longe, Carol então diz:

- Toca guitarra há muito tempo?

Patrick, sem parar o ritmo que toca, diz com um sorriso no rosto:

- Toco desde a adolescência, sempre foi uma grande paixão, dividia meu tempo tocando minha guitarra e o piano da minha mãe, ela mesma me ensinou a tocar.

Carol sorri e começa a dançar, Thomas diz a longa distância:

Misery Business - Capítulo 3 (04).png

- Piano... não sei como podia se interessar. Era muito complexo, muito clichê.

Carol diz:

- Por que diz isso, Thomas? Piano nunca deixará de ser incrível!

Thomas resmunga:

- Francamente...

Patrick simplesmente toca e deixa de lado as indiferenças com o irmão, ele nunca se importou com o fato de Thomas não apreciar tocar piano, afinal, passavam a adolescência tocando guitarra juntos. Algum tempo depois eles decidem procurar um lugar para o almoço, ou nesse caso, um café. A poucas quadras dali tinha uma ótima cafeteria. Ao chegarem, Thomas diz:

- Eu farei os pedidos, o que vão querer?

Patrick diz:

- Se puder pegar um café puro pra mim, eu agradeceria, não estou com estômago para comer algo mais.

Thomas assente e em seguida diz:

- E você, Carol?

Carol pensa um pouco e diz:

- Pegue o que quiser para mim. Thomas assente e diz:

- Certo, sentem-se e esperem por mim.

Patrick e Caroline sentam-se na mesa mais próxima deles, Patrick decide conectar-se a internet para assistir vídeos no celular, Caroline olha para Patrick rindo dos vídeos que vê e diz com um sorriso:

- Pelo visto está bem engraçado.

Patrick ainda risonho diz:

- Você não faz ideia!

Misery Business - Capítulo 3 (05).png

Logo Thomas chega com duas xícaras de café, ele então põe a de Patrick sobre a mesa e diz:

- Preciso falar com Carol, em particular, poderia...

Patrick pega sua xícara de café e se levanta, logo em seguida diz:

- Sem problemas.

Thomas diz:

- Carol, seu prato está naquela mesa.

Carol acompanha Thomas e Patrick senta-se nas mesas do lado de fora do café.

Misery Business - Capítulo 3 (06).png

Thomas termina de tomar seu café e espera Caroline comer um pouco de suas panquecas, após disso ele diz:

Misery Business - Capítulo 3 (07).png

- Olhe, eu gostaria apenas de te pedir... - Carol para de comer e passa a olhar Thomas, ele então continua: - você e meu irmão estarão no mesmo quarto. Por favor, não se exponha para ele e nem para qualquer outra pessoa que estiver lá dentro.

Carol muda suas expressões e diz com uma voz rigidamente séria:

- Não me ofenda. - Thomas arregala os olhos e Carol diz mantendo o mesmo tom: - Não sou qualquer uma.

Thomas diz:

- Acalme-se! Eu não quis dizer isto...

Carol o interrompe e diz:

- Estar no mesmo quarto não é sinônimo de nudez ou qualquer outro tipo de exposição.

Thomas diz um pouco sem graça:

- Eu sou meio ciumento...

Carol diz enquanto termina de comer suas panquecas:

- Engula seu ciúme se quiser permanecer em um relacionamento comigo.

Thomas conclui que não foi uma boa ideia ter falado com Caroline dessa forma, agora ele está completamente sem voz, então prefere esquecer e pensar no próximo lugar que irão visitar em seguida. Minutos depois Thomas e Carol saem e encontram Patrick do lado de fora, Carol diz:

- Vamos, iremos visitar a fabrica de néctar.

Patrick olha para Thomas e diz:

- Thomas...

Thomas diz rindo:

- Sim! A ideia foi minha! Já está na hora de um pouco de bebida, não acha?

Os três começam a andar em direção ao carro e Patrick diz:

- Que seja.

Caroline não imaginava que precisaria dirigir tanto para chegar a tal fábrica de néctar, porém, ao chegar, sente-se aliviada em não ter errado o caminho. Ao entrar na fábrica, Thomas avista imediatamente prateleiras e prateleiras de néctar a venda e diz:

- Falou! Vou comprar essa fábrica toda!

Ele se retira com empolgação, Patrick e Carol riem bastante de sua atitude e em seguida Patrick diz:

- Esse meu irmão... não cansa de se embebedar!

Carol sorri e diz:

- Vocês são diferentes, eu aprecio muito isso.

Patrick dá um sorriso baixo, mas logo retoma sua empolgação e diz para Caroline:

Misery Business - Capítulo 3 (08).png

- Vi do lado de fora uma plantação, onde visitantes podem colher frutos para jogar nas maquinas de néctar e fabricá-los! Gostaria de ir lá comigo?

Carol sorri e diz:

- Claro que sim! Vamos fabricar néctar!

Patrick sorri de volta e ambos saem rumo à plantação. Assim que chegam, Caroline diz impressionada:

- Uau... quantas mudas de plantas...

Patrick vira-se para ela e diz:

- Preparada?

Carol responde:

- Com certeza!

Então eles por lá eles torram seu tempo enquanto Thomas imagina está no paraíso da bebida.

Misery Business - Capítulo 3 (09).png
Misery Business - Capítulo 3 (10).png

Quando pararam de colher, Patrick e Caroline localizaram Thomas e suas recém-compradas doze garrafas de néctar, dos mais baratos aos mais caros, sendo guardadas no porta-malas do carro alugado. Logo, se reúnem e vão para uma das salas onde tem uma fábrica de néctar, Thomas senta-se enquanto Caroline e Patrick despejam as frutas dentro da maquina.

Enquanto olha a máquina, Carol diz:

- Precisamos de mais frutas, para deixar o barril mais cheio.

Patrick diz:

- Eu vou buscar, cuide para que o Thomas não saia em busca de mais néctar.

Caroline dá um sorriso risonho e Thomas diz:

- Ei! Eu ouvi isso!

Patrick se retira dando gargalhadas. Ao voltar, consegue encher o barril da máquina e diz:

- Ótimo, agora é preciso pisar nas frutas.

Caroline olha para ele e diz:

- Acho melhor você fazer isso...

Patrick diz um pouco sem graça:

- Hm, ok... Sem problemas...

Caroline sorri e se junta a Thomas para conversar, enquanto isso, Patrick desprive de suas roupas e entra no barril onde fica pisoteando as frutas por tempo demais.

Misery Business - Capítulo 3 (11).png

Tanto tempo passa pisoteando as frutas que Thomas e Caroline decidem ir embora, pois estavam cansados. Patrick fica até o fim e consegue uma garrafa do suado néctar que ele mesmo produziu com a ajuda de Caroline, agora sim ele voltaria para o hotel, de qualquer forma ele voltaria, pois estava caindo em sono.

Depois de se arrumar, refletir um pouco sobre o dia de baixo do chuveiro, vestir seu pijama, Patrick pensa que Caroline já está dormindo à essa hora e outras pessoas no dormitório também e que deverá fazer de tudo para não acordá-las. Ao entrar no quarto, ele encontra Caroline dormindo serenamente, ele sorri e diz em sussurro:

- Boa noite, Carol.

Misery Business - Capítulo 3 (12).png

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória