FANDOM


A Revelação
Nome A Revelação
Escrito por AmandaMM
Data de lançamento 4 de Março de 2014
Simsérie Eternamente
Classificação A leitura não é recomendada para menores de 12 (doze) anos. 12 anos

Cronologia
Temporada
Capítulo Anterior Uma Atitude
Próximo Capítulo A Nossa História (Parte 1)
Mudou-se.png

Propriedade

Eternamente - 1x11: A Revelação é de propriedade de AmandaMM. A menos que a edição seja construtiva ou de poucos detalhes, peça permissão ao autor para editar a página.
Habilidade3 Escrita.png
Nota do(a) Autor(a)
Esse capítulo faz parte do especial de Carnaval, aproveitem!


Eternamente - 1x11 (01).png

Acordo com o barulho do celular e levanto-me rapidamente e o pego para poder olhar, parece que tenho uma nova mensagem e ao abrir vejo que é de Benjamin, começo a ler então: “Mia, sinto muito pelo que aconteceu ontem, eu realmente não me recordo de mais nada, mas posso te garantir que nunca faço algo assim, que me deixei com tanta ressaca depois. Gostaria muito que passasse aqui no horário que preferir, gostaria de saber o que aconteceu, estou melhor, porém ainda estou confuso. Se eu estiver te acordando, me desculpe novamente. Aguardo-te aqui então, obrigado.

Pobre Benjamin... Não se lembra de nada do que aconteceu, e parece que meu pai tinha razão, ele ficou realmente com os efeitos de uma ressaca. Vou sim até sua casa, ele precisa de minha ajuda e não deixaria um bom amigo na mão... Preciso apenas resolver minha vida, logo em seguida irei, com certeza.

Eternamente - 1x11 (02).png

Entro no quarto do meu pai, são quase cinco da tarde e devo avisá-lo sobre onde estarei indo agora. Ele está no computador, mesmo assim eu digo:

- Pai, eu estou de saída. Benjamin, aquele meu colega que você ajudou ontem, pediu para que eu o visitasse e ajudasse a lembrar dos acontecimentos de ontem...

Meu pai diz enquanto digita algo no computador:

- Tudo bem, mesmo sendo algo ruim para ele lembrar... É um direito dele.

Eu tento entender o que meu pai quis dizer, desisto e apenas digo enquanto abro a porta:

- Obrigada pai, volto logo.

Antes de eu me retirar completamente ouço meu pai dizer:

- Até mais querida.

Agora é só pegar minha scooter e ir rapidinho até lá, se eu continuar nessa rapidez... Acabo chegando depois do crepúsculo.


Escuto a campainha, então grito na intenção da minha mãe: - Eu atendo mãe! Ao sair de casa, é Mia, fico feliz que ela tenha vindo, e pelo visto está com roupas novas. Eu apenas digo enquanto olho para ela:

- Mia! Você veio! Fico agradecido por ter vindo... Vamos, pode entrar.

Eternamente - 1x11 (03).png

Mia diz enquanto entra em casa junto comigo: - Desculpem-me vim a essa hora... Estou aqui para ajudar. Parei em frente ao sofá da sala, eu sorrio e Mia diz: - Você é um bom amigo e ontem fiquei realmente preocupada com seu estado... Ainda bem que meu pai te trouxe aqui. Falando nisso, espero que esteja melhor.

Eternamente - 1x11 (04).png

Eu digo:

- Sim, eu estou melhor, obrigado. Mas... Mudando de assunto... Vejo que trocou de roupa.

Mia diz:

- Sim, troquei.

Eu digo voltando a sorrir:

- Ficou ótima em você! E achei que deveria saber.

Mia sorri e diz:

- Também gostei da sua camisa nova, 30 Seconds to Mars... é uma banda incrível.

Eu digo:

- Obrigado.

Eu me sento no sofá e digo:

- Bem, vamos direto ao assunto. Sente-se e conte-me o que aconteceu enquanto eu estava alterado.

Mia se senta e diz:

- Me ausentei da mesa onde estávamos, quando voltei você estava bebendo poche, que de acordo com o que tinha dito, tinha sido dado gentilmente por um dos membros do time de futebol.

Eternamente - 1x11 (05).png

Eu digo:

- Hm, prossiga, por favor.

Mia continua:

- Você disse a mim para não beber do poche, porque tinha um gosto estranho. E realmente... seu poche estava “batizado”. Você teve algumas dores de cabeça, disse que via tudo girar, e depois simplesmente se atirou na pista de dança.

Sinto-me envergonhado, o que ela disse diz tudo, dei a louca na frente de todo mundo... Eu apenas digo:

- Foram eles mesmos que “batizaram” meu poche?

Mia diz:

- Sim, fui até eles tirar isso a limpo, o próprio confessou. E ainda deu em cima de mim depois...

Eu a interrompo e digo um pouco agressivo:

- O quê? Deu em cima de você? E onde eu estava nessa hora?

Mia diz:

- Acalme-se, você apareceu nessa hora e pediu para ele parar, você estava caído... ele quis te bater, mas eu impedi. Saí te puxando para saída e você desmaiou, e pelo visto veio acordar apenas de manhã.

Eu com a cabeça um pouco baixa penso, e depois digo com a voz baixa:

- Obrigado por... tudo, você me ajudou e me protegeu quando eu não era capaz, acho que um simples obrigado não seria o suficiente para isso.

Mia sorri e diz:

- Não se preocupe Benjamin, amigos são para isso.

Lembro-me de algo que minha mãe disse mais cedo e digo:

- Minha mãe disse algo do seu pai te trazer aqui... É verdade?

Mia balança a cabeça afirmando e em seguida diz:

- Sim, ele me esperava do lado de fora, o encontrei e o levei para o salão, sabe... ele é médico, então ele te examinou e diz que podia te levar para casa.

Eu olho para ela e digo:

- Agradeça-o por mim depois.

Mia sorri timidamente. Ouço passos que vem da escada, minha mãe, eu e Mia paramos momentaneamente de conversar, reparo então que já escureceu lá fora, e quando volto à atenção para dentro de casa, minha mãe está diante de Mia, eu me levanto, minha mãe está chocada, e Mia admirada com as asas de fada portadas por minha mãe.

Eternamente - 1x11 (06).png

Mia diz expressando sua admiração ao ver minha mãe:

- Cara... São asas, asas esplendidas! Fadas existem! É sua mãe é uma delas..

Minha mãe ainda chocada diz:

- Benjamin Clark... O que significa isso?

Ela aponta para Mia, eu digo gaguejando:

- Mãe eu posso explicar...

Mia se vira para mim e diz:

- Benjamin, o que está acontecendo?

Minha mãe diz enquanto avança para as escadas:

- Agora quem vai falar aqui sou eu!

Minha mãe sobe as escadas rapidamente, Mia ainda olha para mim buscando uma explicação, deveria ter sido de outra forma... tarde demais. Quando minha mãe volta, Mia volta a olhar para ela, minha mãe tem em mãos a minha preciosidade, e apontando a foto para mim e Mia diz em voz alta:

- Você é a mulher da foto!

Mia olha para foto e paralisa. Gostaria muito de saber o que ela pensa ao vê isso agora.

Eternamente - 1x11 (07).png

Mia vira-se lentamente para mim e diz notavelmente em choque:

- Benjamin... por favor... diga-me que não sou a mulher da foto... diga-me que aquele que a envolve não é você.

Eu acabo dizendo o contrário:

- Aquela mulher, ou melhor, Angeline Stafford é você, aquele que a envolve, ou melhor, Bernard Clark, sou eu. E esse é o nosso passado.

Eternamente - 1x11 (08).png

Mia se afasta e diz com a voz abalada:

- Você me deve uma explicação... até hoje pensava que ninguém vivia mais de uma vez, até hoje pensava que o fato de parecer conhecer você de algum lugar era puro equívoco. Você me deve uma explicação.

Eu digo de forma séria:

- Vou te contar, palavra por palavra, vírgula por vírgula, detalhe por detalhe do que eu sei, apenas sente-se e... acalme-se, é uma longa história.

Mia se vira para mim e diz olhando bem para mim:

- Tenho todo o tempo do mundo para ouvir.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória