FANDOM


Capítulo 4
Nome Capítulo 4
Escrito por [[Usuário:MorgaineLeFay|MorgaineLeFay]]
Data de lançamento 21 de abril de 2014
Simsérie Antítese
Classificação Classificação 10 anos 10 anos

Cronologia
Capítulo Anterior Capítulo 3
Próximo Capítulo Capítulo 4/Parte 2
Mudou-se

Propriedade

Antítese - Capítulo 4/Parte 1 é de propriedade de MorgaineLeFay. A menos que a edição seja construtiva ou de poucos detalhes, peça permissão ao autor para editar a página.

Antítese - Capítulo 4

Ant 1

Depois da explosão de afeto na sala de estar, Gabriel Grino buscou se conter, e, ante os olhares chocados de uma gêmea e duas bruxas, levou Samanta Cordial para o quintal, já que ela, catatônica, parecia estar apontando para lá. Fez com que ela se sentasse em uma cadeira e permaneceu em pé, como era hábito seu, tentando acalmá-la.

Samanta sussurrava coisas incoerentes, como "Eu sabia que isso ia acontecer", "eu tentei mentir para mim mesma que estava tudo bem". De repente, olhou nos olhos de Gabriel e disse, em voz alta, "Eu preciso da sua ajuda. Eu preciso de você, Gabriel! Só você pode me libertar dessa dor que estou sentindo!". Dito isto, abraçou-o, e Gabriel Grino não pode fingir que não havia esperado por aquele momento, nem que não era um dos mais felizes de sua vida.

ABC 43
ABC snfs

De madrugada, a dor tão conhecida aguardava novamente Samanta. Ela tateou em volta de si, ao acordar, e só sentiu folhas secas. Seu amante havia desaparecido. Ela pensou em várias soluções para aquele mistério, mas estava tão desesperada que não chegava a conclusão alguma. Esquecendo-se de que estava descomposta, levantou-se e entrou correndo em casa. Sim, Gabriel poderia estar lá, não havia motivo para pânico. A primeira pessoa que viu, na sala de estar, foi sua irmã, Simone, que não pôde esconder o susto. "Você quer colocar uma camisola, pelo amor de Deus?", ela perguntou.

ABC asafetoonix

"Eu vou colocar", Samanta respondeu, "Mas primeiro me diga onde está o Gabriel!". "Eu não sei onde ele está", disse Simone, visivelmente irritada. "Eu não o vi desde que vocês... Ah, bem, não faça esse tipo de coisa novamente! Entre para um quarto, pelo amor de Deus!". Calada, Samanta pôde perceber uma coisa: não ia haver um "novamente".

Gabriel havia desparecido. Pego pela União Protetora? Talvez. Poderia tê-la abandonado, ido atrás de Castida, que era originalmente sua namorada? Será que nada daquilo acontecera de verdade? Havia muitas coisas em que pensar, e dessa vez não poderia pedir a ajuda de Fábia Alberta por questões de honra. Nenhuma das gêmeas queria ouvir mais mentiras.

Apenas uma coisa poderia deixar Samanta mais desesperada. Lembrava-se de ter feito um pedido para Gabriel, algo que desejava imensamente: me dê um bebê. Pensara que a dor de ter perdido os pais só pudesse ser recompensada pela vinda de uma nova vinda, pela criação de um vínculo similar ao que tivera, e por isso queria um filho. Mas após um mês do desaparecimento de Gabriel, quando começou a sentir os sintomas, percebeu que aquilo não deveria ter acontecido.

ABC 46

A dúvida se tornou mais apavorante da primeira vez em que vomitou. Naquele dia, havia comido panquecas no café da manhã, e logo depois se sentira enjoada, mas não foi inocente a ponto de atribuir o desconforto à comida. Esperou, em jejum e enfastiada, durante horas, até que ao final da tarde estava se revirando sobre o vaso sanitário. Não disse nada para Simone: preferiu, embora isso a humilhasse bastante, marcar um encontro com Fábia Alberta.

No outro dia, um dia frio, começo de outono, chamou um táxi e foi até o parque. Sentou-se em um banco, bastante ansiosa, à espera de que Fábia aparecesse, como sempre acontecia quando as gêmeas queriam contato com ela.

ABC 97

Fábia não tardou a aparecer. Houve um clarão, como um flash de câmera fotográfica, e a bruxa simplesmente surgiu andando. Sorridente, aproximou-se de Samanta.

"Minha criança!", ela disse. "Minha querida criança! Como é bom vê-la novamente!". Samanta desvencilhou-se do abraço que a outra tentava dar-lhe. "Não me chame de criança, ou me chame de criança órfã, cujos pais foram assassinados da pior forma possível". Samanta se afastou, ante aquela resposta impiedosa. "Não me trate assim, Samanta! Eu fiz tudo o que pude para..."

Snapshot 952265c0 00422f77

"Me diga onde está o Gabriel!", Samanta quase gritou. "Não, melhor não dizer, você vai mentir novamente. Nós duas sabemos que a União Protetora o raptou. Você vai deixar que ele seja torturado até a morte, como aconteceu com os meus pais? É claro que ele significa pouco para você, mas enquanto bruxa boa, deveria fazer algo a respeito. Já que você tem medo, deixe que eu cuide disso. Ensine-me o caminho da luz!

"Não posso fazer isso, Samanta. Você não está pronta. Falta apenas um passo, e você está tão perto de alcançar... Ah, minha querida, que você possa abrir os olhos..." Mas Samanta já estava distante. Parou um táxi que passava, não sem antes gritar para Fábia: "Eu estou grávida, tá bom? Grávida!".

De volta à solidão de sua casa, Samanta se sentia pior do que nunca. Não ia obter ajuda. Não ia se tornar uma bruxa. Não ia salvar Gabriel, ia vê-lo morrer, esperaria pacificamente que chegasse a sua vez. Somado a todas estas conjecturas estava o mal estar causado pela pequena vida que abrigava. "Não, meu bebê, fique quietinho", ela murmurou para sua barriga. "Não se preocupe, mamãe vai salvar a gente".

Snapshot 952265c0 6042331e

Cambaleou até a grande estante da sala. Era impossível andar em linha reta quando se sentia tão mal. Por um momento, sentiu que ia cair, por isso estendeu a mão e tentou segurar-se na estante, e com isso derrubou um livro. Lembrou-se de ler "Livro de Mistério Magicamente Misterioso", e em seguida a estante se moveu, liberando uma passagem. A curiosidade foi maior do que o grande mal estar, ela se moveu como pôde até a entrada.

Tão logo pôs os pés naquele cômodo, seu mal estar passou. Ao seu lado, um flash de máquina fotográfica, e ela era uma bruxa.

Snapshot 952265c0 e04234cb
Snapshot 952265c0 40423573

"Desculpe-me pelo feitiço de mal estar que lancei em você, mas eu precisava. Acho que você não teria descoberto a sala secreta de outra forma, e já estava na hora. Acho que agora você entende, Samanta. Seus planos estão certos, você realmente é uma peça necessária para o fim do massacre que estamos sofrendo. Você tem uma missão, e terá toda a ajuda necessária para cumpri-la", dizia Fábia Alberta. "Tudo o que você precisa saber está naquele livro, recomendo que o estude bastante. Que bruxa maravilhosa você irá se tornar!". Dito isto, desapareceu.

Livre do mal estar, Samanta passou horas naquela sala, lendo o maravilhoso livro que parecia contar toda a história da bruxaria, sem esquecer dos feitiços e comandos necessários. Chegou a misturar alguns ingredientes no caldeirão. Nunca imaginou que fosse tão fácil! Enquanto Simone estava no trabalho, ela, que não voltou ao próprio, estudava mais sobre o maravilhoso caminho da bruxaria. Mas aquilo não iria durar para sempre.

Snapshot 952265c0 605b1a22

Uma semana após sua transformação em bruxa, Samanta se tornou menos cautelosa. Chegou a desaparecer na sala escondida mesmo quando sua irmã estava em casa. Justificava-se dizendo que não tinha tempo a perder. Mas não imaginava que Simone estivesse em estado de alerta, temendo a todo instante que ela fosse atrás de Gabriel Grino. Mas foi o acaso que revelou Samanta: em uma tarde, Simone acabou retirando do lugar o Livro de Mistério Magicamente Misterioso para limpar, e acabou inserida na sala onde sua irmã praticava feitiços.

Snapshot 952265c0 e05b1a5a

"Mas... Samanta! O que você está fazendo?", ela perguntou, chocada. Samanta não pôde responder. "Você é uma bruxa? Você foi transformada em bruxa? VOCÊ ESCONDEU ISSO DE MIM??", gritava. "Não grite! Eu nunca quis esconder nada, se eu pudesse, teria contado para você! Me perdoe!". "Perdoar como? Você acha que eu acredito nisso? Você escondeu de propósito, sabia que isso é o que eu mais queria na vida!", disse, profundamente magoada. "Não se preocupe, eu não ficarei mais nessa casa", Samanta decretou, e se preparou para voar até a Fortaleza da Luz Infinita.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória