FANDOM


Mudou-se.png

Propriedade

A História do Palhaço Triste - Capítulo 4: Algo Não Cheira Bem é de propriedade de Mar99 wiki. A menos que a edição seja construtiva ou de poucos detalhes, peça permissão ao autor para editar a página.
Algo Não Cheira Bem
AHPT - Capítulo 4.jpg
Nome Algo Não Cheira Bem
Escrito por [[Usuário:Mar99 wiki|Mar99 wiki]]
Data de lançamento 16 de Agosto de 2013
Simsérie A História do Palhaço Triste

Cronologia
Capítulo Anterior Meu Trabalho no Circo
Próximo Capítulo Calmaria Antes da Tempestade

Eu chegava cada vez mais perto deles. E eles não pareciam muito amistosos, mas mesmo assim, eu rapidamente comecei a falar, e finalmente fiz o convite. Num primeiro momento, nada aconteceu, mas quando percebi que um virou algo estava EXTREMAMENTE errado.

AHPT - Capítulo 4 (02).jpg

O faxineiro era um ZUMBI!

O faxineiro era um ZUMBI! Eu nunca tinha imaginado algo como isso. Sua pele era um azul-desbotado e seus olhos tinham um tom acinzentado. Todo seu corpo era putrefato.

Ele parecia estar voltado com seu vigor selvagem. Seu instinto natural. Ele quase me atacou, mas eu consegui fugir. Corremos e corremos até eu me cansar. Os outros dois zumbis ficaram parados, pois sabiam que eu seria o suposto alimento daquele zumbi que estava me perseguindo.

AHPT - Capítulo 4 (07).jpg

Ricardo fumava mais um cigarro...

No entanto, enquanto a festa rolava e Ricardo fumava mais um cigarro, notou algo estranho com os zumbis e viu-o correndo atrás de mim. O vi esbravejar um palavrão em voz baixa, correndo até onde eu estava. Ele quase estava me pegando e estava agarrando meu pé como se fosse a última garrafa de água no deserto.

Ricardo sacou sua arma. Gritou para o zumbi para que ele me soltasse se ainda quisesse viver… e continuar a comer carne crua e muito mal passada. O zumbi não parou mesmo assim. Mesmo que, para ele, essa oferta seria irrecusável, ele ainda morria de vontade por carne humana.

Ricardo berrou uma última vez para o zumbi me soltar, mas ele não soltava. Com um berro e um tiro na cabeça, o zumbi estava finalmente morto. Com a força da bala, ele acabou virando de barriga para cima. Nunca, na minha vida, eu vi um cadáver ensanguentado na minha vida. Meus pais morreram de causas naturais, há anos atrás. Mas nada comparado a isso. Uma poça de sangue surgia debaixo da cabeça do zumbi, que permanecia parado.

AHPT - Capítulo 4 (12).jpg

Ricardo me deu uma grande dura por ter vindo aqui sem ele ou mais ninguém por perto.

Ricardo me deu uma grande dura por ter vindo aqui sem ele ou mais ninguém por perto. Mas, a pergunta que realmente não calava na minha mente era porque havia zumbis limpando nosso picadeiro. Ricardo não respondeu. Acendeu um cigarro e apenas disse para eu não me meter com esses zumbis novamente se não quiser arranjar um olho roxo.

Decidi deixar esse assunto em paz… Por enquanto. Ricardo não respondeu a minha pergunta. Decidi perguntar isso para o Chefe depois. Juntei-me à multidão novamente. Léo, o cuspidor de fogo, perguntou aonde eu tinha ido, mas apenas disse que fui dar uma volta. Ainda consegui ver Ricardo falando com o Chefe, e possivelmente, sobre a minha intrusão. Pelo visto, vou ter problemas no futuro…

A festa seguiu até altas horas da noite, mas logo depois todos foram aconselhados a dormir. E eu acho que era o que eu precisava depois de ter visto aqueles zumbis. E o outono começou a se manifestar a partir do dia seguinte.

AHPT - Capítulo 4 (16).jpg

Ao fundo, eu via Ricardo lançando suas últimas pás de terra sobre o que poderia ser onde ele enterrou o zumbi.

Eu finalmente me sentia relaxado. Ao fundo, eu via Ricardo lançando suas últimas pás de terra sobre o que poderia ser onde ele enterrou o zumbi. Teve até de fazer um buraco tão grande que teve que tirar toda a areia primeiro. Ao lado, vi outros zumbis trabalhando e senti arrepios. Os quatro palhaços treinavam com suas cornetas. Levantei-me, e antes que eu conseguisse fazer qualquer coisa, uma conversa me interrompeu.
AHPT - Capítulo 4 (17).jpg

Parecia que era entre o Chefe e o mesmo homem que falava da última vez. Não resisti e me escondi novamente.

Parecia que era entre o Chefe e o mesmo homem que falava da última vez. Não resisti e me escondi novamente. Eu TINHA que saber quem eram os zumbis e o que todos aqueles acontecimentos estranhos que estavam acontecendo tinham em relação ao circo. Os dois estavam conversando dentro do trailer do chefe.

O Chefe contou sobre a minha “aventura” com os zumbis. Um berro da corneta ocultou parte da conversa. O homem disse que tinha planos para mim. A corneta berrou novamente. O Chefe disse que tinha outros planos para mim. Corneta. O homem disse que havia descoberto o que estava causando esses estranhos acontecimentos. Corneta. Consegui pegar o homem dizendo ainda que era vindo de ALGUÉM do circo. Corneta. O homem disse que se o Chefe não se livrasse de… Corneta. Consegui pegar o resto da fala quando o homem disse “é para o bem de todos”. Eu saí depois daquilo. 

O que aquele homem queria comigo? E de QUEM o Chefe vai se livrar? E ainda que aquilo tudo que estava acontecendo era culpa de alguém… Num primeiro instante, eu já tinha em mente: OS ZUMBIS!… Mas comecei a me perguntar… E se não? Eu pensei no Ricardo, já que ele era o cara mais… Esquisitão por essas bandas. Mas e se não for?

AHPT - Capítulo 4 (18).jpg

O que aquele homem queria comigo? E de QUEM o Chefe vai se livrar? E ainda que aquilo tudo que estava acontecendo era culpa de alguém… Num primeiro instante, eu já tinha em mente: OS ZUMBIS!… Mas comecei a me perguntar… E se não? Eu pensei no Ricardo, já que ele era o cara mais… Esquisitão por essas bandas. Mas e se não for?

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória