FANDOM


E Quanto ao Fim?
Nome E Quanto ao Fim?
Escrito por AmandaMM
Data de lançamento 21 de Dezembro de 2013
Simsérie 12 Dias para Amar
Classificação Classificação 12 anos 12 anos

Cronologia
Capítulo Anterior Sua Sinceridade... Dói
Próximo Capítulo Realizações
Mudou-se

Propriedade

12 Dias para Amar - Capítulo 14: E Quanto ao Fim? é de propriedade de AmandaMM. A menos que a edição seja construtiva ou de poucos detalhes, peça permissão ao autor para editar a página.
12 Dias para Amar - Capítulo 14 (01)

Acabo de acordar para me levantar e ver o céu nublado pela janela e a cama vazia, Maíra se levantou mais cedo que eu, mas creio que não muito, pois ouço o chuveiro ligado e provavelmente ela está lá há pouco tempo. Ao olhar as horas, mais de dez e meia. O que deu em nós afinal? Vou apenas arrumar a cama e me vestir, estou faminto e preciso ir logo preparar algo para comer.

Enquanto desço para cozinha, ouço a chuva começar, isso me faz lembrar que no outono em Hidden Springs um belo dia ensolarado é raro e tempestades piores que as da primavera comuns. Ao checar a geladeira, nada de waffles ou panquecas já prontas, devo eu mesmo preparar então.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (02)

Enquanto preparo bem lentamente essas panquecas, ouço passos. E de repente a voz de Maíra surge atrás de mim:

- Bom dia... você sumiu e imaginei te encontrar aqui.

Eu digo concentrado em mexer a massa das panquecas:

- Ah sim, querida Maíra, bom dia!

Maíra parece rir por trás de mim. Mas ela não sai de lá tão rápido assim. Agora que terminei, nos sentamos na bancada e comemos juntos silenciosamente como sempre, e por sinal bem lentamente, hoje é meu último dia para aproveitar minha vida, o último, e isso me preocupa, porém quero aproveitar cada segundo desse dia que passa rápido demais ou que eu não consigo acompanhar seu ritmo.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (03)

Encontro-me sem nada para fazer, eu e Maíra acabamos por ficar vendo TV por muito tempo, Daniel chega e sobe direto para o quarto provavelmente para tirar o seu cochilo. Então eu proponho a Maíra para a gente sair, comprar livros como andamos conversando anteriormente e talvez assistir um filme, eu estou devendo a ela vermos um romance. Algum tempo depois e aqui vamos nós, já do lado de fora e com um temporal desabando sobre nossas cabeças, Maíra aguarda por mim e eu chego logo atrás, agora e pegar o carro e ir.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (04)

No carro, Maíra diz:

- O que faremos primeiro? Ver o filme ou comprar os livros?

Olho o relógio e vejo que estamos em cima da hora para a próxima sessão, então digo:

- Melhor vermos o filme primeiro, os livros podem esperar.

Maíra sorri. Vamos direto ao cinema e quase não conseguimos entrar de tão lotado, o que acho estranho por hoje ser uma segunda feira. Quando escolhi o filme não esperava ser tão bom. The Vow simplesmente é um ótimo filme do gênero, eu e Maíra apreciamos cada instante esse filme com uma história tão tocante baseada em fatos reais. É impressionante... mas agora eu e Maíra iremos sair à compra de novos livros, que provavelmente somente ela os lerá.

Eu e Maíra andamos por toda a livraria, escolhemos oito livros que por sinal nos custaram quase mil simoleons. Foi uma bela compra devo admitir, do lado de fora finalmente à chuva passou e eu fico a pensar o que eu e Maíra poderemos fazer agora. Maíra de repente segura minhas mãos e diz:

- Está tudo bem? O que está pensando?

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (05)

Eu digo ainda meio avoado:

- Nada, nada...

Maíra diz enquanto solta minhas mãos:

- Eu sei que há algo sim, e suponho o motivo de sua distração. É o dia de amanhã, não é? - eu apenas balanço a cabeça concordando com o que ela diz sim ela tem razão, o dia de amanhã vem como uma assombração para mim. E ainda não sei como lidarei com isso. Maíra diz: - Vamos! Lembre-se de nossa conversa de ontem, você não pode ficar assim... senão acabará perdendo tempo!

Ela tem toda razão, a noite já caiu e devo aproveitar o máximo possível. Eu digo:

- Obrigado... está certa, mas... agora, o que faremos?

Maíra coloca-se em postura pensativa, eu também, eu sou o primeiro a ter uma ideia:

- Jantar? Ainda não jantamos.

Maíra estala os dedos e diz:

- Sim! Mas há uma coisa que devemos fazer antes... que nunca fizemos.

Eu digo curioso:

- O que seria?

Maíra diz sorrindo:

- Uma foto. Uma foto de nós dois. Será útil a mim... no futuro.

Ah, sim, claro, Maíra lembrou bem, nunca tiramos si quer uma foto, então pego o celular e trato de resolver logo isso.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (06)

Depois olhamos a foto e rimos, não sei qual seria a graça disso, mas simplesmente tanto eu quanto Maíra ficamos com vontade de rir, mas acho que o nome disso é vontade de ser feliz com as pequenas coisas da vida... por exemplo... tirar uma foto com alguém que ama. Mas depois a seriedade toma conta de mim e de certa forma a contamina, pois também assim como eu Maíra cala-se e parece observar o vão, como quando pensamos longe... bem longe...

Se brincar ela está mais pensativa e preocupada que eu, mas como ela mesma diz precisa esconder para o meu bem, prometeu ela que não teria mais uma crise como aquela mesmo sabendo eu que pedir demais, mas ainda assim observo seu olhar perdido e fico encantado, ninguém disse que seria fácil... e não é fácil, o amor propriamente dito não é fácil, e se complica quando está condenado como o nosso, mas ainda assim procuro um momento para ver beleza em tudo isso, no caso, ela.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (07)

Maíra rapidamente retorna a si e diz:

- Bem, podemos ir jantar agora, se quiser.

Eu balanço a cabeça e digo:

- Sim, vamos, o bistrô fica do outro lado da rua e não demoraremos a chegar.

Simplesmente saímos andando até o bistrô, passamos umas duas horas lá dentro apreciando a bela comida a nós servida e também a sobremesa de mesma qualidade, depois vamos embora porque também já está tarde, mais de dez da noite e preciso guardar os livros antes de dormir.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (08)
12 Dias para Amar - Capítulo 14 (09)

Assim que chegamos, Maíra vai cuidar de sua vida e eu vou guardar os livros um a um, gosto de organizá-los em ordem alfabética... na verdade não só eu, mas Daniel também. Não demoro muito para terminar e ainda sou surpreendido por Maíra num momento de puro tédio.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (10)

Pensei que não conseguiria dormir, a preocupação com a própria morte tomou conta de mim de tal forma que consumia qualquer cansaço que me faria dormir, fico intacto na cama para não acordar Maíra por umas duas horas pensando como será tudo amanhã e o que farei a respeito do tão esperado fim de Alberto Salles, ou simplesmente, o meu fim. Mas finalmente consegui dormir, e já devo me preparar para acordar em breve.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (11)
12 Dias para Amar - Capítulo 14 (12)

Acordo quatro e meia da manhã, acordo Maíra que parece não se incomodar de ter sido acordada tão cedo, porém ao levantarmos ela se vira a mim e diz:

- Por que levantar tão cedo? Alguma coisa querido?

Eu massageio meu pescoço que parece um pouco tenso assim como meio dolorido e digo em seguida:

- Preciso reunir você e Daniel na sala em minutos, preciso falar com vocês sobre hoje.

Maíra parece entender, pois logo em seguida arruma seu lado da cama e vai se arrumar. Eu apenas arrumo o meu lado da cama e parto para acordar Daniel.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (13)

Depois de ficar chamando-o por cinco minutos finalmente ele cria coragem e se levanta depois se vira para mim e diz:

- Qual o seu problema, cara? Eu poderia dormir mais uma hora ainda!

Eu tusso de propósito e digo:

- Reunião na sala se arrume e desça. Assunto: Minha morte.

Daniel se cala e quando deixo o quarto ele termina de arrumar a cama, agora só falta eu me arrumar e descer. Aqui estamos todos reunidos, eu e Maíra no mesmo sofá e Daniel no outro sofá. Eu então começo a falar procurando não deixar a tensão atacar meus ombros como costuma fazer quando estou preocupado:

- De acordo com a maldição... o prazo tem fim hoje, convoquei-os aqui para esclarecer algumas coisas e também tirar duvidas sobre o que eu vier a explicar.

Os dois olham para mim brevemente, Daniel permanece a olhar, porém Maíra volta a olhar para frente, eu então continuo:

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (14)

- Durante todo o dia de hoje eu me trancarei no quarto. É basicamente isso. Não os permitirei assistir a minha morte, não insistam em entrar no quarto que não vou destrancá-lo. Apenas peço que... ou melhor... irmão, eu sei que você trabalha hoje então...

Daniel me interrompe e se levanta enquanto diz:

- Vou pedir um dia de folga não remunerado hoje.

Eu me levanto e digo:

- Não! Não posso interferir em seu trabalho!

Daniel ri e diz:

- Sem querer me gabar, sou ótimo no que faço, meus alunos todos gostam de mim e nunca falto, nem mesmo quando estou doente. Não me recusará um dia de folga, um mísero dia de folga! Há professores substitutos capacitados para manter o conteúdo de meus alunos, despreocupe-se.

Eu me sento novamente, acredito em Daniel e fico sem palavras ao observar deixar de ir trabalhar para ficar aqui, nesse momento que mais preciso de todos. Apenas observo-o discar o número para o trabalho e em seguida discutir com alguém.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (15)

Depois da situação de Daniel resolvida, venho a lembrar de que Maíra está em silêncio durante toda a conversa, e o seu silêncio mais do que qualquer pessoa me preocupa pacas. Daniel já sentado no sofá diz:

- Mas... você tem certeza que quer se trancar no quarto durante todo o dia?

Eu balanço a cabeça e digo:

- É uma decisão que tive que tomar, é melhor para mim e para vocês, uma morte silenciosa e quase imperceptível... depois basta pegar o que restar e enterrar.

Daniel diz:

- Que horror!

Eu digo então:

- Eu não disse mentiras, Daniel... não disse... - Daniel nada diz para me responder, viro-me para Maíra que está sentada ao meu lado com a cabeça baixa, eu então digo: - Maíra? Querida? Não falará nada?

Maíra ergue sua cabeça e se vira para mim dizendo de forma lenta e cansada:

- O que devo dizer? Meu marido vai morrer e isso dói. E essa dor aguda consome minhas palavras.

Eu suspiro fundo e digo:

- Me desculpe...

Depois eu volto a olhar para frente e digo:

- Estamos todos entendidos?

Daniel diz:

- Eu posso levar a comida para você... baterei na porta quando lá estiver, mas ainda tenho uma dúvida... poderemos permanecer no andar de seu quarto?

Eu balanço a cabeça negando. Maíra diz com a mesma voz de cansada:

- Eu entendi tudo, e bem até demais.

Maíra se levanta e afasta-se para porta, parece que ela foi observar algo. Eu e Daniel nos levantamos ao mesmo tempo, Daniel suspira fundo e me abraça. Abraça-me com força e depois diz:

- Você sempre será meu irmão, e sempre estará no meu coração. Ainda não me conformo em te perder... Você sempre foi meu melhor amigo, mas às vezes é necessário se conformar. Cuidarei de tudo por ti, certo?

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (16)

Eu digo procurando sorrir:

- Muito obrigado, irmão, principalmente por ser meu irmão e meu melhor amigo. Obrigado de verdade.

Daniel sorri. Maíra se aproxima novamente de nós e diz:

- Então... um adeus enfim, espero apenas conseguir ficar bem depois de tudo isso.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (17)

Maíra acaricia meu rosto, finalmente com um sorriso e isso me leva a sorrir em seguida, não consigo me conformar que a perderei... mas espero que sua vida seja melhor que a minha e que ela depois de minha ida arrume algum motivo para viver assim como fiz eu ao encontrá-la, mas diferente de mim que encontre um motivo para viver que continue vivo, detesto a ideia de imaginar que ela nunca mais terá alguém a não ser eu... e esse casamento que durou apenas três dias. Depois eu beijo-a e digo:

- Siga com sua vida, não se prenda a mim, desejo tudo de bom a você. E... gostaria muito que soubesse que eu a amo.

Sem dar tempo a respostas, ando rapidamente as escadas e começo a subi-las, Maíra então grita atrás de mim:

- Eu também, Alberto! Eu sempre soube!

Depois eu ouço sua voz num tom mais baixo:

- Não vá, meu amor... Por favor...

Minha vontade é de voltar e abraçá-la, enxugar suas possíveis lágrimas, mas não posso... Mas minha vontade mesmo era de permanecer ao seu lado. Mas novamente não posso, e isso está acabando comigo por dentro.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (18)

Agora trancado no quarto, assisto ao lento nascer do sol, quando a luz finalmente alcança tudo ao seu redor e trás cores, aquelas belas cores... vários tons de verde, as pequeninas flores que ainda restaram da primavera espalhadas pela grama e mais ao fundo os belos tons de azul do rio que corta a cidade. Deveria ter parado para observar isso de tal forma mais vezes.

Um tempo depois ouço batidas na porta, dou um tempo para finalmente abri-la, não há ninguém por perto e sim um prato com panquecas no chão. Pego e entro em seguida deixando novamente a porta trancada.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (19)

Depois de comer, lavo o prato na pia do banheiro, sim exatamente assim. E fico por um bom tempo andando de um lado a outro no quarto, sem fazer ideia do que poderia fazer enquanto espero o meu fim chegar. Porém depois de pensar muito, decido ir assistir TV.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (20)

Assisto apenas o canal romântico, e não consigo parar de pensar em Maíra, como será que ela está? Eu espero sinceramente que melhor do que aquele dia que teve uma crise de choro. Assisto TV até as cinco da tarde, a única coisa que faço, ai ouço aquelas mesmas batidas na porta e saio para buscar o hambúrguer vegetariano que Daniel ou Maíra deixou para mim.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (21)

Depois faço o mesmo que fiz pela manhã, e novamente paro para observar a janela, a noite já caiu e até agora nada. Queria tanto viver... tanto, mas tanto... sinto-me na necessidade de continuar vivo, e espero que fique, mas ainda assim tenho dificuldades para visualizar isso.

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (22)

As poucas estrelas brilham no céu, e me trazem lembranças, como a música que cantei para Maíra que falava de estrelas e o dia que paramos para observar o céu completamente estrelado, bem que o céu poderia ter mais estrelas hoje... fiquei tanto tempo deitado que agora sinto vontade de continuar em pé observando a janela nessa noite tão bela e com poucas estrelas, é uma pena não conseguir ver a lua daqui. Até que batidas bem bruscas na minha porta desviam minha concentração, que susto! Eu então me aproximo e mais batidas então e depois à voz de Daniel:

- Irmão, abra a porta!

Eu digo quase gritando:

- Eu disse que não vou abrir! Saia... Ninguém me verá morrer!

Depois ouço uma voz chorosa de Maíra:

- Mas eu preciso falar com você...

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (23)

Fico agoniado, temo em abrir a porta e eles me verem morrer, mas ao mesmo tempo sinto-me na necessidade de abrir a porta e ouvir o que Maíra tem a dizer, tudo ficou claro a ela e do jeito que a conheço ela só tentaria quebrar uma norma quando há um belo motivo e de extrema importância. Porém ainda insisto em não abrir e digo:

- Fale daí! Estou ouvindo!

Maíra diz depois de dar um longo suspiro:

- Preciso olhar no fundo de seus olhos antes. Por favor, querido...

Daniel diz mais ao fundo:

- Se você soubesse do que se trata já teria aberto essa porta ontem!

Eu então digo:

- Vou destrancar e vocês vão abrir e entrar.

Faço isso então, depois me afasto para perto do banheiro, Maíra vem praticamente correndo atrás de mim com uma desconhecida felicidade estampada em seu rosto corado, ela então diz fazendo aquela fofa postura que fez a um bom tempo atrás:

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (24)

- Você está vivo! Você viverá para me ouvir! Você não faz ideia de o quanto estou feliz!

Eu sorrio, porém ainda estou confuso, eu digo então:

- Que seria tão bom de saber num momento tão ruim por qual passo?

Maíra se aproxima e sussurra em meu ouvido, não posso acreditar...

12 Dias para Amar - Capítulo 14 (25)

Eu então digo com um grande sorriso:

- Isso é verdade? Maíra você fala sério? Eu...

Daniel me interrompe ao fundo e diz:

- Respondendo por Maíra, sim é, dou-te inclusive um conselho: Não morra jamais.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória